Jesus, És Digno de tudo o que sou, pois de Ti vem o meu sucesso, para Ti é a minha vida. És o grande Rei. És incomparável, és tremendo entre os povos. Celebrarei louvores a Ti Senhor. Sou grata por tudo o que tens feito em minha vida. Hoje falo contigo e consigo sentir Sua presença ao meu lado, pois És meu Pai, meu Rei e meu Mestre. Te amo, Senhor. Acima de todos.

De sua filha, Flávia.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Madah!: Um exemplo de empreendedorismo! - Parte 1

Quantas vezes você já pensou em ter um negócio próprio e nunca se arriscou por medo de não dar certo?

Essa insegurança é natural. Entretanto, para que um trabalho seja um sucesso, seja como empregado ou dono do negócio, é necessário perseverar e acreditar no projeto. O empenho e a confiança são ingredientes fundamentais na construção de uma marca e de um produto. A concorrência é infalivel e acaba com os menos preparados.

Juliana e Tatiane, estudantes de design. Duas mulheres jovens e talentosas que com muita determinação e garra, dedicaram-se integralmente ao sonho de ter um negócio próprio. Juntas, criaram a Madah!, uma marca que cresce a cada dia com a divulgação feita na internet e mais, vem ganhando espaço em exposições também, como acontece todo fim de semana no Empório São Francisco, no bairro do Ipiranga, em São Paulo.

Elas representam o sonho realizado e são um incentivo à mulheres e homens que querem investir em uma idéia. Um exemplo de criatividade, coragem e empreendedorismo, que consite na arte de construir um negócio bem sucedido.

Leia a entrevista que a Juliana Souza concedeu à Equipe Arte em Feltro e inpire-se neste lindo trabalho!

Juliana Souza da Rocha, 25 anos, estudante de Design de Produtos.


Arte em Feltro: Como surgiu seu interesse pelo artesanato? Sei que você é amante das artes, da fotografia e da música, portanto sua relação com este meio já era muito forte. De admiradora você se tornou uma artesã. Como foi isso? Quem te levou para este caminho?
Juliana Souza: Pois é Flavinha, esse meu interesse pela arte surgiu na adolescência. Sempre gostei de pintar e de criar coisas novas. E quando achei que estava na hora de procurar uma profissão optei pelo Design. Na verdade eu sempre quis estudar artes plásticas, mas tem aquele lance que você sempre acaba levando em consideração de como será o mercado depois que me formar e aquele lance de valer a pena financeiramente.
E foi na faculdade que conheci a Tati, que por sinal também é apaixonada por artes plásticas, fotografia, música e tinha os mesmos objetivos que eu. Um deles era montar um negócio próprio, trabalhar pra gente. E foi no início de 2008 que ela teve a idéia de começar uma produção de bolsas de tecidos. Nesse período eu trabalhava como auxiliar de escritório e resolvi me desligar da empresa em julho, e foi quando ela me fez o convite para ajudá-la na produção. Foi aí que a marca Madah! começou a nascer.

Arte em Feltro: Sua produção é uma forma de complemento de renda ou apenas um hobby? Em ambas as situações, há retorno financeiro satisfatório? Você acha que é possível uma pessoa sobreviver nesta profissão?
Juliana Souza: Bom, hoje a Tati e eu vivemos pra “Madah!”, é o nosso trabalho. E no momento nossa única fonte de renda. Estamos iniciando o negócio, correndo atrás de divulgação, procurando pontos de vendas... O início é sempre complicado, o retorno financeiro demora um pouco. Mas estamos conseguindo manter nossos gastos com a produção, o que pra gente já é uma vitória.
Quanto a possibilidade de sobreviver com isso.... Acho que só depende da gente, da nossa força de vontade em fazer o negócio crescer. Costumo dizer que o artesão precisa ser um “mutante”, rs. A concorrência é muito grande hoje em dia. A produção precisa estar sempre atualizada com novos tipos de materiais, novas estampas, aplicações e cada vez mais queremos investir em produtos personalizados. Uma coisa que atrai nossas clientes é justamente isso. A possibilidade de criarem seu próprio modelo de bolsa. Outro fator muito bacana da Madah! é que as bolsas são confeccionadas uma a uma, fazendo com que cada bolsa seja diferente uma da outra, tornando-a exclusiva.

Arte em Feltro: Você começou a produzir sozinha ou iniciou com o apoio de outras pessoas? Você comentou que tem uma sócia. Qual é a função dela? E a sua nesta parceria?
Juliana Souza: Então, a produção inicial foi da Tati e da mãe dela no ínicio de 2008. Nessa época não havia ainda um nome pra marca. A Madah! surgiu em agosto de 2008, quando resolvemos batizar nosso negócio e trabalhar também a identidade visual da marca.
A Tati, hoje está mais próxima da produção das bolsas, até mesmo porque nosso atelier é na casa dela e ela costuma dar maior auxílio para a nossa costureira (Dona Navínia) durante o processo de confecção das peças. Já eu fico responsável pela divulgação e locais para revenda de nossos produtos, encomendas e entregas e controle administrativo. Mas juntas fazemos outras atividades como: criação de novos modelos, modelagem das peças, compras de materiais, realização de eventos para promover a marca, vendas pela internet, etc. É um trabalho conjunto.


Arte em Feltro: Você comentou que a mãe da sua sócia costura as bolsas. Ela executa somente esta função ou trabalha em outros projetos?
Juliana Souza: A Dona Navínia é o nosso anjo da guarda, sem ela nada disso estaria acontecendo. Ela é uma excelente costureira, muito caprichosa e acaba sempre nos ensinando muita coisa até mesmo no processo de confecção das peças. Hoje ela precisa dividir seu tempo entre as atividades da Madah! e os afazeres do lar.

Arte em Feltro: Como faço para comprar uma bolsa Madah?
Juliana Souza: Hoje a maioria das nossas encomendas é fechada pela internet. Você escolhe o modelo da bolsa que deseja comprar, efetua o pagamento através de depósito bancário e enviamos por correio (Pac ou Sedex). Se o cliente for de São Paulo-capital fazemos a entrega pessoalmente.


Arte em Feltro: Como você comercializa seus produtos? A primeira fase da divulgação é feita através do site de relacionamentos (Orkut)? Existe outra forma de divulgação?
Juliana Souza: A comercialização dos nossos produtos é feita em lojas revendedoras, como o Empório São Francisco e Ska Skate Rock e também através do nosso perfil no Orkut.
No início a divulgação era feita somente pelo Flickr, um site onde publicamos nossos produtos, mas estávamos encontrando dificuldades para vender, foi então que decidimos criar um perfil no Orkut, o que nos possibilita divulgação para maior número de pessoas e conseqüentemente maior número de vendas.
Hoje temos essas duas fontes de divulgação:
Orkut – Madah!
Flickr: Madah!


Arte em Feltro: Na sua página pessoal, você sempre divulga exposições no Empório São Francisco. Como é este lugar? Onde fica? O que é comercializado? Que tipos de profissionais expoem seus trabalhos?

Juliana Souza: Pois é, fomos literalmente abraçadas pelo “Empório São Francisco”, esse é um lugarzinho muito especial pra gente.
O Empório é uma loja de produtos naturais e orgânicos que tem um espaço reservado para o artesanato. É um local aconchegante e muito receptivo. A primeira vez que fui lá me senti em casa, literalmente, rs.
Vale a pena fazer uma visita, tenho certeza que assim como eu, outras pessoas também vão se sentir em casa... O Empório fica localizado na região do Ipiranga na Rua Xavier Curado, 542 (próximo ao Museu do Ipiranga).
A idéia do Empório é oferecer a seus clientes produtos naturais de qualidade com preço mais acessível. E aproveitar e possibilitar que seu cliente além de comprar alimentos, possa também comprar produtos artesanais de qualidade. Lá você encontra peças decorativas, roupas, acessórios, livros, quadros, ou seja, é uma diversidade de opções para quem deseja presentear alguém ou até mesmo se presentear.


Nota: Na próxima quarta-feira, a segunda parte da entrevista com a Juliana será publicada.

Aguardem!


7 comentários:

revistagames disse...

Estava lendo o texto ,mas fica dificil com essas letras pequenas demais...

Flávia Fabri Cesário disse...

Olá!
Obrigada pelo comentário.
Poderíamos utilizar uma fonte maior, porém esteticamente, fica pesado.

revistagames disse...

Mas o que é melhor o estético ou a facilidade de leitura?

Flávia Fabri Cesário disse...

Mudei o plano de fundo. Acho que é suficiente para melhorar a leitura.

Juliana disse...

Flavinha! Obrigado pelo espaço cedido pra Madah!

Bjão

Rubens disse...

Gostaria muito de agradecer tanbém ao pessoal do blog pela força que estão dando às minhas grandes amigas nos seus trabalhos.De alguma forma, sinto como se fosse algo feito para mim também.
E parabéns pelo blog, boas idéias. O resto são detalhes...

Madah disse...

Rubens é um dos nossos anjos da guarda!

Valorize o Artesanato

Copyright © Ateliê Fofurinhas - Todos os direitos reservados
Design by Atelier Linda Lelê | Tecnologia Blogger